18.1 C
Piçarras
segunda-feira 27 de maio de 2024


Luiz Alves inicia testes com “Controlador Biológico do Maruim”

Ouça a Matéria

A Prefeitura de Luiz Alves iniciou nesta quinta-feira, 18, uma etapa de testes de validação da aplicação do produto “Controlador Biológico do Maruim” com aplicação através meio de drones. A cidade, que se encontra em situação de emergência diante da infestação do inseto, vem aplicando o produto em regiões controladas como forma da avaliar a eficácia do produto.

“Iniciamos uma etapa importante para buscar soluções para o problema do maruim em nossa cidade, com pesquisa, inovação e tecnologia. Esse é primeiro teste de validação da aplicação do produto com drone. Nossa equipe está realizando essa pulverização em escolas e clubes do município, onde há maior concentração de pessoas”, detalhou o prefeito, Marcos Pedro Veber (PSD).

O produto é o mesmo desenvolvido no Consórcio Intermunicipal de Gestão Pública do Vale do Itapocu (CIGAMVALI), do qual o município fazia parte. “A Prefeitura contratou os pesquisadores que desenvolveram o produto no consórcio de forma independente e estamos testando dosagens e formas de aplicação para verificar os resultados e validar a eficácia da aplicação”, reforçou o prefeito, categorizando que os testes se restringem às proximidades de escolas, clubes e locais de uso comum.

“Vamos seguir com os testes e verificar seus resultados. O nosso maior objetivo é devolver a qualidade de vida para a população”, reforçou Marcos Pedro. Na tarde de terça-feira, 16, o Governo Municipal reuniu membros da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS/OMS), Secretaria de Estado da Saúde, EPAGRI, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Luiz Alves (Sitrula) e Associação dos Bananicultores de Luiz Alves (ABLA) para ampliar a discussão sobre a problemática.

“Vamos seguir com os testes e verificar seus resultados. O nosso maior objetivo é devolver a qualidade de vida para a população”

MARCOS PEDRO VEBER
FOTO, BIANCA MONDINI / PMLA

Os membros debateram sobre diversas frentes de trabalho visando a construção de soluções e alternativas para minimizar o incômodo que o maruim vem causando em toda população luizalvense. O cidadão de luizalvense convive com o inseto há mais de 20 anos, porém, em 2023 e 2024 a situação se agravou e tomou maiores proporções.

Segundo o prefeito, “o que antes era sentido somente em áreas rurais, passou também a atingir moradores e comerciantes das áreas centrais do Município. O inverno mais ameno e a alta concentração de chuva podem ter colaborado com a alta proliferação do inseto, que precisa de qualquer tipo de matéria orgânica com PH adequado para colocar os ovos”, encerrou.

Vale lembrar que não existe uma solução pronta e os produtos utilizados para este controle do maruim devem ser biológicos, afinal, pode-se afetar todo um ecossistema e causar um desequilíbrio ainda maior utilizando qualquer tipo de veneno ou inseticida.

1 COMENTÁRIO

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback
Luiz Alves monitora pacientes após casos de Febre Oropouche em Botuverá
1 mês atrás

[…] ALVES TESTA “CONTROLADOR BIOLÓGICO DO MARUIM”A Prefeitura de Luiz Alves iniciou, dia 18, a etapa de testes de validação da aplicação do produ… com aplicação através meio de drones. A cidade, que se encontra em situação de emergência […]

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você