24.1 C
Piçarras
quarta-feira 24 de abril de 2024


Secretário de São João do Itaperiú é exonerado após ameaças à ministros do STF

Ouça a Matéria

O prefeito de São João do Itaperiú, Clézio Fortunato (MDB), determinou a exoneração de seu secretário municipal de Administração, Osair Antônio Souza. A decisão foi tomada após ele proferir, em um grupo nacional de política no WhatsApp, ofensas diretas contra a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber, e os outros dez ministros – situação que deve ser oficialmente denunciada ao Supremo.

“O prefeito Clézio Fortunato lamenta e repudia os comentários feitos pelo secretário municipal e destaca ser inaceitável o ataque às autoridades e, sobretudo, a honra da mulher”, afirma nota oficial da Prefeitura de São João do Itaperiú. Clézio pontua que não tornará a comentar o assunto, uma vez que os comentários foram “proferidos com viés pessoal e sem ligação com o cargo público que ocupara”.


O comentário de Osair foi escrito em discussão sobre a polêmica temática da descriminalização do aborto até a 12ª semana de gestação, que vem sendo discutida no STF e teve o voto favorável da relatora Rosa Weber. “Essa p*** vai ser eternamente estup**** pelo Diabo no inferno. A não ser que Deus permita que essa v*** paste no paraíso”, escreveu Osair, no grupo chamado “A Direita”.

“Essa p*** vai ser eternamente estup**** pelo Diabo no inferno. A não ser que Deus permita que essa v*** paste no paraíso

Ele ainda afirma que se tivesse ganho o milionário prêmio da loteria da “Mega da Virada”, “não ficava um vivo nesse STF. Iriam os onze pro pau. Gastaria tudo para pagar um drone pra explodir aquela me*** toda lá”. Osair estava como secretário municipal desde a primeira gestão do reeleito prefeito Clézio, em janeiro de 2017 – apesar de ter saído em algumas oportunidades.

O comentário de Osair deve ser denunciado ao STF pelo senador Humberto Costa (PT/PE), que já se manifestou no Twitter. “Como presidente da CAS (Comissão de Assuntos Sociais do Senado), estou oficiando o ministro Alexandre de Moraes para que inclua no inquérito do atos antidemocráticos o secretário municipal de São João do Itaperiú (SC), Osair Antônio Souza, por ameaças violentas contra a ministra Rosa Weber (STF).

A deputada federal catarinense, Ana Paula Lima (PT), também se pronunciou. Ele definiu o comentário de Osair como “crueldade e falta de respeito do secretário municipal de Administração Osair Antônio Souza, de São João do Itaperiú, SC que publicou ofensas e palavrões contra a ministra Rosa Weber, do STF. Isso não é apenas lamentável, é motivo de ação judicial e exoneração!”.

O presidente do Partido Liberal (PL) de São João do Itaperiú, Itamar Georg, emitiu nota de repúdio à postura do agora ex-secretário de Administração.  “Weber. O respeito às instituições democráticas, como o STF, é fundamental para a preservação do Estado de Direito e da estabilidade democrática em nosso país”, escreveu na nota, publicada na íntegra ao final da matéria.


Relatora vota pela descriminalização do aborto até 12 semanas de gestação; julgamento é suspenso

A ministra Rosa Weber, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), votou pela descriminalização da interrupção voluntária da gravidez (aborto), nas primeiras 12 semanas de gestação. Ela é a relatora da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 442, que começou a ser julgada na madrugada do dia 22, em sessão virtual.

O julgamento foi suspenso por pedido de destaque do ministro Luís Roberto Barroso, e, com isso, prosseguirá em sessão presencial do Plenário, em data a ser definida.

A discussão sobre a descriminalização do aborto foi provocada no STF pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), autor da ação, e chegou a ser objeto de audiência pública em 2018 convocada pela ministra Rosa Weber. O objetivo era debater o tema com especialistas e representantes de entidades governamentais e da sociedade civil.


Nota de Repúdio do Diretório do Partido Liberal de São João do Itaperiú

Nós, da Diretoria Executiva do Partido Liberal (PL) de São João do Itaperiú, vimos por meio desta nota expressar nosso veemente repúdio aos comentários ofensivos proferidos contra a ministra Rosa Weber, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

Reiteramos que nosso partido não compactua de forma alguma com discursos que desrespeitem qualquer indivíduo, em especial, as mulheres que ocupam posições de destaque em nossa sociedade, como a ministra Rosa Weber. O respeito às instituições democráticas, como o STF, é fundamental para a preservação do Estado de Direito e da estabilidade democrática em nosso país.

O PL de São João do Itaperiú reafirma seu compromisso com a valorização das mulheres e o apoio às instituições democráticas. Repudiamos veementemente qualquer forma de discurso de ódio, desrespeito ou violência verbal.

Reiteramos nosso apoio a todas as mulheres que lutam por um Brasil mais justo e igualitário. Continuaremos a trabalhar em prol do fortalecimento de nossas instituições e do respeito à diversidade e à dignidade de cada cidadão.

Atenciosamente, Itamar Georg
Presidente do Diretório do Partido Liberal de São João do Itaperiú

3 COMENTÁRIOS

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback
Defesa de Osair se manifesta: “é pessoa íntegra e de conduta idônea e o ocorrido foi fato isolado em sua vida”
6 meses atrás

[…] LEIA AINDA:Secretário de São João do Itaperiú é exonerado após ameaças à ministros do STF […]

Maurício
Maurício
6 meses atrás

Reflexão: a matéria não trata em momento algum dos brasileirinhos que estão sendo ceifados, isso mesmo, assassinados nos ventres de suas mães, sem, porém, poder manifestar sua vontade de querer nascer. Isso mesmo, por aqueles que amam calar a voz alheia.

Maurício
Maurício
6 meses atrás

Sr. Repórter, a notícia é; seres humanos não podem nascer por uma questão ideologia. Essa é a notícia!

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você