18.1 C
Piçarras
segunda-feira 27 de maio de 2024


UTI pediátrica pelo SUS sai em 30 dias

Ouça a Matéria


Itajaí – Está cada vez mais próximo o credenciamento pelo SUS da UTI pediátrica do Hospital Universitário Infantil Pequeno Anjo e da UTI Neo-Natal do Hospital Marieta. A Gerente da Saúde da Secretaria de Desenvolvimento Regional de Itajaí, Denise Stringari Marcos, estima que dentro de aproximadamente 30 dias os hospitais devem iniciar o funcionamento das UTIs.


Segundo Denise, além dos seis leitos da UTI pediátrica e dois da UTI Neo-Natal do Hospital Universitário, o SUS credenciou também mais 10 leitos da UTI adulta e outros 10 leitos para a UTI pediátrica do Marieta e outros cinco leitos da UTI Pediátrica do Hospital Santa Inês. Mesmo assim, para o início das operações dos leitos recentemente credenciados há que se cumprir algumas formalidades. “As UTIs beneficiadas entram, agora, num processo de auditoria para averiguar se atendem todos os critérios necessários para funcionamento e, dentro de aproximadamente 30 dias, poderão prestar atendimento à população”, destacou a gerente regional.


Avanços



Segundo o Secretário da SDR Itajaí, Paulo Cruz, o credenciamento da UTI do hospital infantil e a ampliação do credenciamento para o Marieta e o Santa Inês, foram fruto de um esforço conjunto entre a SDR-Itajaí e os deputados Dado Cherem (PSDB) e Volnei Morastoni (PT), que representam a região, e representará um grande avanço para a região. “O credenciamento do SUS, efetuado através da Secretaria de Estado da Saúde, é uma medida que demanda muito esforço, porque cada leito tem um custo muito elevado. Era comum o credenciamento de um ou no máximo dois leitos, mas o volume de leitos credenciados nesta semana é bastante significativo para a região”, acentua.



Pequeno Anjo



Com a parte física já concluída em agosto, a UTI Pediátrica do Hospital Universitário só espera o credenciamento final para iniciar o funcionamento. De acordo com a diretora do Hospital, Ilse Barbosa, para o investimento em equipamento, o Estado liberou uma verba no ano passado de 600 mil reais. Este ano, a administração do hospital realizou a reforma da parte física da UTI, um investimento de perto de 250 mil reais. Depois de pronta, considerando os recursos humanos necessários para o funcionamento a UTI custará em torno de um milhão de reais.


A UTI terá capacidade para oito leitos pediátricos, dois para isolamento e outros seis para unidade normal, terá oito monitores cardíacos e oito respiradores, um para cada leito, o que segundo Ilse é raro hoje em dia. De acordo com a diretora do hospital, enquanto a UTI não está em funcionamento, foi montada desde o ano passado uma unidade semi-intensiva. Os casos mais graves são monitorados nesta sala e quando o caso é realmente gravíssimo, que precisa ser complementado com uma UTI, é transportado para o Hospital Joana de Gusmão, em Florianópolis. Temos também alguns casos que transferimos para Rio do Sul e Jaraguá.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você