16.7 C
Piçarras
quinta-feira 18 de julho de 2024


Polícia investiga suspeita de falsificações na Saúde de Balneário Piçarras e Penha

Ouça a Matéria

A Polícia Civil de Balneário Piçarras trabalha na investigação de uma suposta fraude de receitas médicas e desvio de medicamentos envolvendo funcionários das Secretarias de Saúde de Balneário Piçarras e Penha. Segundo o delegado, Rodolfo Farah Valente Filho, funcionários estariam transcrevendo as receitas e utilizando o carimbo oficial dos médicos para falsificar o documento e ter acesso facilitado a remédios específicos. A Prefeitura de Balneário Piçarras foi a autora da denúncia à Polícia e Penha colabora com a investigação.
A reportagem do Jornal do Comércio conversou com o delegado na tarde de quinta-feira, 4, que confidenciou detalhes da investigação que envolve os dois municípios. Rodolfo afirmou que trabalha na coleta de depoimentos, mas que já tem suspeitos do crime. “Duas pessoas são suspeitas, por crimes diferentes, mas ligados”, afirmou. Uma das envolvidas, segundo o delegado, trabalhava nas duas Prefeituras.
As pessoas suspeitas ainda não foram interrogadas, contudo, Rodolfo frisou que com os depoimentos já coletados, é possível confirmar a fraude. Uma perícia química deve confirmar as palavras das testemunhas. “A falsificação eu já consigo caracterizar pelos depoimentos que tomei das pessoas. Mas a perícia química vai me atestar que tipo de medicamento estava sendo desviado”, contou. “Preciso de opiniões de especialistas no assunto para que possam direcionar meu entendimento e convicção”, completou, referindo-se à perícia química.
O trabalho do delegado é pautado na investigação do uso indevido dos nomes dos médicos, desvio de medicamentos e beneficiados com o esquema. Apesar das suspeitas recaírem a duas pessoas, o delegado ressaltou que o crime pode atingir outros indivíduos. “Tem muita gente envolvida nesta história, que não está envolvida diretamente, mas que se beneficiou com estas falsificações”, alertou.
Sobre o início da investigação, Rodolfo confirmou que Prefeitura de Balneário Piçarras solicitou a abertura do inquérito policial. “O pessoal da própria Prefeitura (Piçarras) nos avisou e solicitou que fosse aberta uma investigação”, confirmou. Ele, no entanto, ressalta que a Prefeitura de Penha também está auxiliando com as investigações. “A Secretaria de Saúde de Penha também está facilitando e fornecendo todas as informações necessárias”, finalizou. O Ministério Público da Comarca também está auxiliando nas investigações.
 

Foto por: Felipe Bieging | JC

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você