30 C
Piçarras
domingo 3 de março de 2024


Centro de Triagem Coronavírus do P.A 24h chega a 700 atendimentos

Ouça a Matéria

Passados cinquenta dias de funcionamento, o Centro de Triagem Coronavírus do Pronto Atendimento 24h de Balneário Piçarras atendeu 703 pacientes com possíveis sintomas de Covid-19, a doença do coronavírus. Desse total, apenas 7 pacientes tiveram a confirmação da doença no município.

“Destes 703, alguns já estiveram em sala de emergência para controle mais estrito de sinais vitais e isolamento, porém até o momento, não necessitamos intubar nenhuma complicação por Covid-19, porém se for necessário, temos instrumental completo para tal procedimento”, explicou o diretor clínico do P.A, Fábio Traghetta. Apenas um caso precisou ser levado ao hospital de referência, “o qual necessitou de maiores cuidados intensivos lá, porém sem necessidade de intubação”, assegurou o médico.

Além da criação do Centro de Triagem, a Secretaria de Saúde elevou o número de profissionais que formam o corpo clínico, elevando a agilidade e segurança nos atendimentos. “O fato de termos aumentado o corpo clínico do P.A, pois agora temos 2 médicos 24 horas, deu maior tranquilidade e agilidade nos atendimentos, com menor exposição de pacientes e profissionais da saúde a casos suspeitos”, completou Traghetta.

O Centro de Triagem Coronavírus funciona na Unidade Básica de Saúde (USB) do Centro, que fica anexa aos fundos do Pronto Atendimento e também funciona 24h por dia. O acesso é pela Rua Natal Paulo Galastri, local para onde pacientes mais graves dos sintomas de febre, coriza, tosse, dor de garganta, dor de cabeça, falta de ar, fraqueza e dores no corpo devem se dirigir.

No Centro de Triagem Coronavírus, há a sala de “Emergência Respiratória”, que tem capacidade para atender, simultaneamente, até quatro pacientes com dificuldades de respiração. Ela é equipada com quatro respiradores (dois individuais e um duplo), macas, oxigênio, oxímetro, aspirador, material médico hospitalar e medicação específica para o tratamento da doença – além de equipamentos de proteção individual aos trabalhadores

“Criamos essa estratégia para desvincular os pacientes que habitualmente procuram a emergência do Pronto Atendimento daqueles que apresentam sintomas típicos de Covid-19. É uma forma de zelar pela segurança e prevenção no combate à doença. Os números mostram a preocupação das pessoas e também uma decisão administrativa acertada da gestão”, detalha a secretária de Saúde, Regiane Basso.

 “Criamos uma emergência respiratória levando em consideração os pacientes que irão sofrer ou que venham a padecer de coronavírus. Eles podem evoluir para uma síndrome respiratória aguda grave, que é um quadro patológico de difícil manejo e que necessita de uma intubação precoce, um tratamento precoce”, finalizou o diretor clínico do P.A. Ela foi criada com o apoio do hospital particular Nossa Senhora da Penha.

 

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você