21.1 C
Piçarras
quinta-feira 23 de maio de 2024


Defesa Civil realiza obras emergenciais no Rio Iriri

Ouça a Matéria

A Defesa Civil do Estado começou na última segunda-feira, 18, as obras de dragagem emergencial do Rio Iriri. Canalizando as ações para a boca do rio, uma máquina retroescavadeira está fazendo a retirada de areia do fundo do leito, já melhorando a navegabilidade dos barcos. O molhe também será prolongado.
Segundo o presidente da defesa civil de Penha, Johnny Coelho – que está coordenando os trabalhos e articulando os recursos -as obras são emergenciais e irão custar R$ 102.500,00. “É uma obra emergencial e essencial para os pescadores daquela região. A situação não permitia mais a navegação”, afirma.
De acordo com Johnny, o molhe direito do Rio Iriri será ampliado em quinze metros e terá sua altura erguida em um metro. “Esse prolongamento vai nos permitir retirar mais areia da boca da barra”, garante. A contar do dia 18, início efetivo da retirada da areia, a ação deve se prolongar por dez dias.
A obra começou a sair do papel há pouco mais de duas semanas, quando a Defesa Civil do Estado realizou uma vistoria no rio. Segundo Johnny, um laudo da Defesa Civil atestou a necessidade emergencial da realização da dragagem, desobrigando a necessidade de licenças ambientais. “Houve uma vistoria das Defesas Civis (estadual e municipal), quando foi declarado que é uma obra de execução emergencial porque coloca a vida dos pescadores em risco”, confirma.

Busca por mais recursos
Johnny foi a Brasília na quinta-feira, 21, acompanhado dos prefeitos de Balneário Piçarras e Navegantes para uma audiência com o ministro chefe interino da Secretaria de Relações Institucionais, Luiz Azevedo. Na bagagem, Johnny levou a intenção de que o ministro apoie, junto ao presidente Lula, a liberação emergencial de verbas no Ministério da Integração Nacional para os projetos dos municípios.
“Agora, nas conversas em Brasília esperamos a liberação dos recursos, e esperamos também a liberação da Fatma para realizar a obra total, essencial para manutenção da economia local e também para prevenir novos riscos de enchentes na cidade”, afirma Johnny. O pedido é para a liberação de R$ 2 milhões para dragagem total do Rio Iriri, recuperação dos molhes e a construção de uma nova ponte sobre o Rio.
Em Piçarras e Navegantes, os pedidos junto ao Governo Federal são de recuperação das praias, e em Penha de dragagem, melhoria de infraestrutura dos molhes e reconstrução da ponte sobre o Rio Iriri.
 

Foto por: Danielle Garcia

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você