17.1 C
Piçarras
quarta-feira 17 de julho de 2024


Fotos históricas dos alemães na região em exposição

Ouça a Matéria

As fotos da chegada dos primeiros alemães a Santa Catarina durante o período de colonização do Vale do Itapocú, que foram resgatadas pelo historiador barravelhense Carlos Fagundes, estarão até o dia 18 de abril no Museu Wolfgang Weege, do Parque Malwee, em Jaraguá do Sul, numa parceria com a Fundação de Cultura de Barra Velha. O acervo histórico e inédito traz uma série de imagens feitas pelo primeiro fotógrafo profissional de Santa Catarina,Frederico (Fritz) Hoffmann, retratadas no final do século 19 e início do século 20.
A exposição acontece no parque Malwee (rua Wolfgang Weege, 770, em Jaraguá do Sul), de segunda-feira a domingo, das 10h às 12h e das 13h às 17h. As imagens da mostra – 63 fotos – foram descobertas há pouco menos de 10 anos, pelo historiador José Carlos Fagundes, o Cacá, presidente da Fundação Cultural de Barra Velha, pois estavam em poder de um bisneto do fotógrafo, que vive em Itajuba. O material apresentado nos expositores serve de subsídio ao tema dos 180 Anos de Imigração Alemã em Santa Catarina, comemorados no ano passado.
A mostra em Jaraguá do Sul é direcionada não apenas a visitantes do parque ou estudantes, mas à população em geral. Muitas das fotos foram feitas na antiga localidade de Hansa Humboldt (atual Corupá) com auxílio dos familiares de Fritz.
Esta mesma exposição, segundo Fagundes, já passou por Barra Velha e foi um dos grandes destaques da última edição da Festa das Flores em Joinville, Já há inclusive convites para promovê-la também em Campo Alegre e São Bento do Sul. “Nossas parcerias na verdade são feitas como trocas com outras cidades, que poderão promover seus eventos em Barra Velha”, observa o historiador, que agradece ao apoio recebido do historiador jaraguaense Ademir Pfiffer e da assistente do Museu da Malwee, Dinorá Felipe.

Quem foi Fritz Hoffmann
Frederico (Fritz) Hoffmann foi um dos primeiros fotógrafos da história do norte catarinense. Destacou-se na tarefa de registrar o cotidiano da Colônia Dona Francisca e arredores, incluindo Barra Velha. Adepto do registro posado, Fritz capturou com suas lentes hoje rudimentares a travessia de carroções na estrada Dona Francisca, o desenvolvimento da cidade e reuniões populares, como festas de casamento. Hoffmann era natural de Chemnitz, na Saxônia, e nos primeiros meses na nova terra brasileira, residiu em São Francisco do Sul.
 

Foto por: Divulgação|JC

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você