21 C
Piçarras
quinta-feira 18 de abril de 2024


Penha entregará à Fatma projeto para o Rio Iriri

Ouça a Matéria

O Governo Municipal de Penha anunciou que protocoliza dentro dos próximos dias o projeto de desassoreamento do Rio Iriri junto à Fundação Meio Ambiente (Fatma). Com o documento, o órgão ambiental inicia seu estudo para emissão das licenças ambientais de liberação da obra. Enquanto a obra não começa, os pescadores continuam com dificuldades para se lançarem ao mar.
Através da Assessoria de Imprensa, a Prefeitura revelou que o documento – elaborado pela Defesa Civil com acompanhamento da Secretaria do Planejamento – será entregue pelo prefeito, Evandro Eredes dos Navegantes, acompanhado dos secretários de Planejamento, Reginaldo Waltrick, e de Agricultura, Luiz Fernando Vailatti. O projeto revê a dragagem e construção de um molhe na margem direita do rio, evitando o acúmulo de areia no leito. “Nossa intenção é entregar o projeto nas mãos do presidente da Fatma, Murilo Flores, e solicitar urgência na tramitação”, revela Evandro.
“Ajudamos a elaborar um projeto que vai devolver a navegabilidade normal ao Rio Iriri”, revela Waltrick, explicando que atualmente os pescadores daquela região precisam se lançar ao alto mar somente em momentos de maré cheia. No período de maré baixa, o rio fica completamente inavegável, com possibilidade de ser atravessado a pé. “O assoreamento vem causando muitos prejuízos aos pescadores e precisamos resolvê-lo com urgência”, afirma Vailatti.
O município também trabalha na captação de recursos para viabilizar a obra. Atualmente, o Governo já possui a promessa da Defesa Civil do Estado de liberar R$ 60 mil para dragar o rio. “Estamos contando com o apoio da Defesa Civil e vamos buscar outros incentivos financeiros para revitalizar o Rio Iriri”, comenta o prefeito.
A comitiva já esteve no Fatma apresentando o problema no início do ano, ocasião em que também entregaram um abaixo assinado com mais de 200 assinaturas de pescadores. Cada rubrica significa um pedido pelo início das obras. “As assinaturas revelam que os pescadores estão cansados dessa situação e nós não iremos medir esforços para dragar o Rio Iriri”, finaliza Evandro.
 

Foto por: Assessoria | PMP

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você