21.1 C
Piçarras
quinta-feira 23 de maio de 2024


Recenseadores começam a coletar informações

Ouça a Matéria

Usando colete, boné, carteira de identificação e com o aparelho GPS para coleta de dados, os recenseadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) começaram a trabalhar nos municípios brasileiros neste domingo, dia 1º de agosto. Em Balneário Piçarras e Penha, os trabalhos do Censo 2010 começaram oficialmente na segunda-feira, 2, com a visita dos recenseadores aos prefeitos municipais.
Na manhã do primeiro dia útil da semana, a equipe do Censo esteve no gabinete do prefeito de Balneário Piçarras, Umberto Luiz Teixeira (PP) , e simulou uma entrevista que será aplicada à toda população. A equipe local é formada por 17 recenseadores que irão visitar os cerca de três mil domicílios nos 99km² do território do município. A expectativa é de que mais de 15mil habitantes respondam ao questionário.
No período da tarde, Evandro Eredes dos Navegantes (PSDB), prefeito de Penha, também respondeu às perguntas e oficializou as ações do IBGE no município que comanda. Ao todo, 28 cadastradores estarão percorrendo o município, que foi dividido em 53 setores, pelos próximos dois meses. “As pessoas não precisam ter receio de responder o questionário. A precisão destes dados vai facilitar o município a ser contemplado com uma porcentagem maior dos repasses financeiros Estaduais e Federais”, salienta o prefeito. Mais de 23 mil pessoas devem ser recenseadas em Penha.
Todos os recenseadores que estão trabalhando no Censo 2010 atuam identificados com uma roupa azul, boné com símbolo do IBGE, crachá e um aparelho GPS. “É uma entrevista que dura em média de 15 a 30 minutos e pedimos compreensão da população para que o trabalho obtenha sucesso”, solicita Raquel de Oliveira, coordenadora dos trabalhos no município vizinho, Penha.
No 12º Censo Nacional dois modelos de questionário serão aplicados no 12º Censo: o Básico e o de Amostra. Integram o questionário Básico perguntas sobre as características dos moradores (sexo, idade, cor ou raça, educação, rendimento) e dos domicílios (condição de ocupação, número de banheiros, abastecimento de água, esgotamento sanitário, existência de energia elétrica, destino do lixo).
Já o questionário da Amostra, além das perguntas do questionário básico, tem perguntas mais abrangentes e detalhadas sobre características dos domicílios e dos moradores (religião, deficiência física ou mental/intelectual permanente, migração, estado civil, fecundidade, educação, trabalho e rendimento, entre outras).
A participação no Censo é obrigatória. A agente censitária municipal, Natália Regina Salvator, que coordena a pesquisa em Balneário Piçarras, adverte que negar informações pode resultar em processo judicial e que os agentes precisam procurar os moradores no horário em que estiverem em casa. “Nós vamos nos adaptar a rotina das pessoas e visitar as residências no horário indicado pelos moradores”, afirma.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você