25 C
Piçarras
terça-feira 16 de abril de 2024


Casa abandona é demolida pela Defesa Civil

Ouça a Matéria

Aguardando providências do poder público durante mais de cinco anos, a espera dos moradores de Itajuba acabou na segunda-feira, 28, quando a casa abandonada da Rua Hugo Post, na beira-mar, foi demolida por ordem da Defesa Civil Municipal.
A construção de madeira tinha albergado andarilhos, viciados em entorpecentes e animais e estava coberta pela vegetação. A deteriorização dos anos já implicava num risco e o coordenador da Defesa Civil, Elton Cunha, ordenou semana passada sua demolição.
O morador de Itajuba, Dieter Niewert se mostrou contente com a ação da Defesa Civil, já que há vários anos este pedido tinha sido solicitado à prefeitura municipal. “Muita gente nem sabe que a casa de madeira existe. Estava abandonada há muito tempo”, comentou.
Para a demolição a Defesa Civil entrou em contato com Julio Correia de Freitas, apontado nos dados da Prefeitura como dono do imóvel. O proprietário mora em Curitiba, mas há anos não é encontrado e nem visita o local. Elton então efetuou um laudo apontado a necessidade da demolição, e entrou em acordo com o Ministério Público local.
Apesar da publicação num jornal de circulação estadual da convocatória do proprietário, com prazos para retirada de móveis e pertences, nem assim Julio Freitas apareceu. Esta demolição é a quarta ação consecutiva em Barra velha visando recuperar espaços ameaçados por imóveis em condições precárias.
Entre 2009 e 2010, o ex-prefeito Samir Mattar efetuou a demolição do antigo rancho dos pescadores e do prédio abandonado do antigo hospital na Avenida Governador Celso Ramos. Também na Celso Ramos, foi autorizada pela Prefeitura a demolição a sede da Associação de Servidores Públicos Asbave.
 

Foto por: Ezequiel Díaz Savino | JC

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você