17.2 C
Piçarras
quarta-feira 17 de julho de 2024


Obras das casas da Ressoar ainda não foram retomadas

Ouça a Matéria

Apesar de terem assinado um termo de compromisso com a Prefeitura de Balneário Piçarras, a empresa responsável pelo término da construção das casas do Instituto Ressoar não cumpriu a data estabelecida para o recomeço das obras: sexta-feira, 20. No local, o pintor, que já é vigia, Neldson Fernandes, revelou que as obras devem começar nesta segunda-feira, 23.
“Era pra começar hoje (sexta-feira, 20), mas a empresa adiou para segunda (23). Isso tá igual a novela da Record”, brincou o operário. A data de 20 de maio foi estipulada como prazo máximo em um termo de compromisso assinado com o prefeito municipal, no qual a empresa se comprometia a finalizar a construção das 35 casas.
A reportagem entrou em contato com a empresa, mas o responsável pela obra não foi encontrado. “Sabemos que, mesmo não tendo responsabilidade pelo atraso, é o Município quem acaba sendo cobrado pela população. As outras duas construtoras que assumiram esse projeto faliram e nós assumimos todas as obras no Estado” disse o representante de relações governamentais da empresa, Sérgio de Pinho, na época da assinatura do term.
As casas – de 36 metros quadrados (divididas em dois quartos, sala, cozinha e banheiro) – serão entregues à famílias que foram atingidas pelas cheias de 2008 em Balneário Piçarras. Elas estão sendo custeadas pelo Instituto Ressoar, através de um convênio com a Companhia de Habitação do Estado (Cohab) em 25 de outubro de 2009. A Prefeitura também rubricou o convênio e se comprometeu a doar o terreno, prepará-lo, fornecer saneamento e ligações elétricas, ações que já cumpriu.
 

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você