26.1 C
Piçarras
segunda-feira 26 de fevereiro de 2024


PF e Receita Federal realizam operação para combater o contrabando de cigarros eletrônicos

Ouça a Matéria

A Polícia Federal e a Receita Federal deflagraram nesta terça-feira, 19, a operação Dirty Steam para desarticular esquema criminoso de contrabando de cigarros eletrônicos, comercializados ilegalmente no município de Joinville e região. 

Na ação conjunta de hoje, cerca de 30 policiais federais e 16 integrantes da Receita Federal, cumpriram sete mandados de busca e apreensão que foram expedidos pela Justiça Federal. Três pessoas foram presas e R$ 500 mil em cigarros eletrônicos foram apreendidos.


Por resolução da ANVISA, a importação, comercialização e propaganda de todos os tipos de dispositivos eletrônicos para fumar são proibidas no Brasil. A partir de levantamento realizado pelo setor de inteligência da Receita Federal, detectou-se a movimentação de cargas ilegais de cigarros eletrônicos na região de Joinville.

As informações foram levadas à Polícia Federal, que instaurou um inquérito policial e apurou que os investigados, agindo em desacordo com a norma, mantinham, de forma oculta, pontos de venda de cigarros eletrônicos em lojas físicas no município de Joinville, além de comercializá-los pela internet, por meio de sites e perfis mantidos em redes sociais. 

Os investigados responderão pelos crimes de contrabando e associação criminosa, cujas penas máximas somadas podem chegar a 8 anos de reclusão. 

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você