24.1 C
Piçarras
segunda-feira 15 de abril de 2024


Justiça por Sofia: Tristeza e revolta tomam conta de protesto

Fotos, Felipe Franco / JC
Ouça a Matéria

Um clima de tristeza e revolta tomou conta do plenário da Câmara de Vereadores de Barra Velha na noite desta terça-feira, 2, que foi tomado pelos familiares e amigos da pequena Sofia Emanueli Ribeiro Pereira (4 anos) – que faleceu no domingo, 31, em decorrência do agravamento de um caso de dengue hemorrágica. Reforçando a negligência no atendimento à menina no Pronto Atendimento 24h, eles cobraram o afastamento dos profissionais envolvidos.

“Estou aqui por um motivo muito triste, que nos fez sair de nossas casas hoje. A Sofia foi a gota da água para o nosso município. Queremos que seja a última morte por negligência em nossa cidade. Eu peço hoje o afastamento dos responsáveis e principalmente pelo secretário da Saúde por ter falado que a culpa é da mãe”, afirmou Rubiani Campos Leal, que representou a família enlutada que estava na primeira fileira do plenário.

Eles usavam camisetas brancas com a foto da menina e os dizeres, “Justiça por Sofia”. Nas mãos, carregavam um pequeno cartaz com a mesma estampa – que agora reflete uma dolorida saudade. “É natural um filho perder uma mãe, mas não uma mãe perder um filho”, complementou Rubiani, num dos vários momentos em que a mãe, Ana Maria de Oliveira Ribeiro, foi aos prantos. Durante sua fala, ela ainda reforçou a necessidade do reaparelhamento do sistema municipal de Saúde.

“É natural um filho perder uma mãe, mas não uma mãe perder um filho”

RUBIANI CAMPOS LEAL
FOTO, FELIPE FRANCO / JC

Sofia foi levada três vezes ao P. A 24h: dia 27 (em estado febril), dia 29 (retorno, quando foi receitado antibiótico, mas sem a solicitação de exame para dengue) e dia 30 (já em um quadro grave de saúde). Na segunda consulta, a mãe detalhou que “o médico disse que era gastroenterite bacteriana e dengue, mas não fez exames. Receitou antibióticos e liberou”. Dia 30, no P.A 24h, a menina chegou a ser reanimada minutos antes de ser levada ao Hospital São José, na cidade de Jaraguá do Sul. Faleceu no dia seguinte, na UTI.

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) já foi acionado e deve investigar a negligência categorizada pela família. O promotor, Renato Maia de Faria, já pediu explicações à Prefeitura de Velha.

O prefeito em exercício, Daniel Pontes (PSD), disse, em rede social, que “determinei a imediata abertura de uma sindicância sobre os fatos que giram em torno do falecimento de Sofia. Todas as medidas administrativas cabíveis estão sendo tomadas. Lamento profundamente e me solidarizo com a dor dos familiares”. Ele também pediu que o afastamento do médico que atendeu Sofia e determinou a abertura de uma sindicância para apurar os fatos.

O secretário de Saúde, Rogério Pinheiro, postou vídeo na manhã desta terça-feira, 2, rebatendo a versão apresentada por Rubiani na tribuna. Ele negou que o áudio seja do caso de Sofia e pediu a desculpas à família por qualquer mal-entendido.

1 COMENTÁRIO

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback
Justiça por Sofia: Prefeito de Barra Velha exonera secretário de Saúde
12 dias atrás

[…] LEIAJustiça por Sofia: Tristeza e revolta tomam conta de protesto […]

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você