18.9 C
Piçarras
segunda-feira 22 de abril de 2024


Beto Carrero e prefeito discutem publicamente em “cartas à comunidade”

Parque emitiu carta criticando local da futura ETE e outras obras; prefeito rebateu os apontamentos frisando que seguirá com as propostas

Ouça a Matéria

O Beto Carrero World e a Prefeitura de Penha estão em rota de colisão. O motivo seria decretos assinados pelo prefeito da cidade e que declaram como zonas de utilidade pública – para futura desapropriação e construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) – cinco áreas de terra e que atingiram partes de propriedades do parque. Uma “carta aberta à comunidade de Penha” foi publicada pelo parque nesta segunda-feira, 8, onde tece críticas ao gestor municipal, Aquiles da Costa. Momentos depois, publicamente, o prefeito rebateu os apontamentos.

A carta foi transcrita numa analogia com as atrações oferecidas no parque, como o Sherk, Rebuliço, Star Mountain, Big Tower e o Bando do Maldock. “Agora, deixa eu contar uma bomba: estão sabendo que tem coisa que não vai cheirar nada bem querendo vir pra Penha? É… vão preparando o nariz porque o prefeito pretende construir uma estação de tratamento de esgoto no meio da cidade! Vai faltar tapa nariz no mercado. O único que está feliz da vida com essa novidade é o Shrek, pois a cidade vai feder mais que o Pântano todo!!”, publicaram.

O dizer está ligado aos terrenos situados às margens da Avenida Geral da Santa Lídia com a Rua João Luis Justino, no bairro Nossa Senhora de Fátima, e que são alvos dos decretos. A carta do parque ainda critica a gestão por não aceitar a doação de um Plano Diretor, assinado por profissionais de renome nacional, a obra de criação da Terceira Avenida. “E aproveitando o embalo, bora dar uma melhorada no projeto da 3º avenida, né? Tá meio caidinho e Penha merece algo muito melhor”.

A Prefeitura de Penha rebateu a nota do parque, em transcrito assinado pelo prefeito. Definindo “espanto” com a manifestação, o Governo pontuou que os decretos fazem parte de um acordo judicial para antecipação de metas para obras de saneamento básico na cidade. Afirmou ainda que as obras da futura ETE acontecerão “quer o parque queira, ou não”. “Diferente da irreverente carta de uma das principais empresas do ramo turístico da América Latina, tratamento de esgoto incide diretamente em qualidade de vida da nossa população e também das milhares de pessoas que nos visitam. Saneamento básico é coisa séria!”, rebateu Aquiles.

Aquiles também tratou da temática do Plano Diretor. “Com relação a doação de um Plano Diretor, o Governo Municipal lamenta o desconhecimento técnico que carece uma nota redigida pela instituição privada. Um Plano Diretor é discutido pela sociedade com base nos anseios de suas vivências” e disse que “Terceira Avenida, essa é uma obra que vai desafogar o fluxo viário da cidade e potencializar o turismo da região hoteleira de Penha. É um projeto bastante arrojado e criado pensando no futuro e no exponencial crescimento que vivemos”.

Ambas as cartas ganharam os noticiários dos principais jornais e portais de Santa Catarina. Os decretos (3.881, 3.878, 3.877, 3.884 e 3.883) foram publicados nos dias 26 e 27 de julho no Diário Oficial dos Municípios – em associação ao acordo judicial de 5 de julho. Pela sentença, o município tem prazo de 60 dias para “viabilizar os atos administrativos e legislativos necessários para a desapropriação dos imóveis que serão utilizados para instalação das estações de tratamento de efluentes”.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você