14 C
Piçarras
quarta-feira 29 de maio de 2024


Depois de protestos, Câmara de BV aprova suplementação

Ouça a Matéria

No dia 1º de junho, a Câmara de Vereadores aprovou o projeto de Lei do Executivo Nº 0949/2010 sobre a suplementação orçamentária para ações da Secretaria de Obras (R$130 mil) e da Fundação Municipal de Meio Ambiente (R$100 mil).
O Legislativo permitiu, depois de protestos por parte da administração, que a Prefeitura utilizasse R$ 230 mil não previstos no orçamento para este ano. Porém, a autorização dos vereadores para o aumento do gasto público nas pastas correspondentes não significou uma trégua entre as tensões de ambos poderes.
A medida foi sancionada oficialmente no dia 07 de junho, entanto os vereadores se pronunciam cada vez com denúncias mais fortes contra a Prefeitura. Em paralelo, o prefeito Samir Mattar e as figuras representativas da administração como o procurador jurídico, Eurides dos Santos, consideram que existem questões pessoais por parte dos parlamentares contra o Executivo.

Despesas
Na terça-feira, 15, os legisladores também aprovaram uma suplementação orçamentária de R$ 1milhão 280 mil para o Ipreve de Barra Velha, que será utilizado em despesas de pessoal, encargos sociais e investimentos.
Para Samir ainda não há diálogo entre ambas partes e as relações não têm se restaurando entre os poderes. “Havia ou continua havendo mal-estar entre a Câmara e a Prefeitura. É mais uma questão pessoal do que política porque não tem justificativas as atitudes da Câmara que levam a paralisar o município”, comentou Samir em relação à negativa parlamentar inicial de aprovar a suplementação do orçamento solicitado pelo Executivo.
Já o presidente da Câmara, Jair Irineu Bernardo, tinha declarado na palavra livre das últimas sessões que não existe nada contra a figura de Samir Mattar como munícipe, porém admitiu que estava sendo questionado o acionar do prefeito referente à administração pública.
 

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você