17.1 C
Piçarras
domingo 14 de julho de 2024


Audiência aprova mudança em Plano Diretor de Piçarras

Ouça a Matéria

A Prefeitura de Balneário Piçarras realizou na segunda, 9, uma Audiência Pública para discutir uma mudança no zoneamento urbano, previsto no Plano Diretor da cidade. Com a aceitação popular, parte de uma área, no bairro Bela Vista, passa de Área de Proteção Especial para Zona Mista, possibilitando a instalação de uma empresa, foco principal da mudança. Projeto de Lei segue ao Legislativo para legalizar alteração.
Durante a audiência, os técnicos da Secretaria do Planejamento e Meio Ambiente (Seplam) apresentaram estudos que revelam não haver impacto ambiental com a mudança. “Não é uma área de Preservação Ambiental Permanente. Era um área que não havia sido estudada durante a elaboração do Plano Diretor e por isso foi declarada como de Proteção Especial, justamente para uma possível mudança”, explica o secretário de Administração e Fazenda, Carlos Alberto Francisco.
A área alterada fica localizada a Oeste com a BR-101, Leste com a Rua Arapuí, Sul com a Rua Joaçaba e Norte com a Rua Serena. A mudança de zoneamento foi proposta em função de uma negociação imobiliária envolvendo uma empresa nacional de distribuição de pneus, a Cantu. “Já adquiriram o terreno e irão dar início aos projetos de viabilidade da construção, sempre seguindo as legislações vigentes”, frisa Francisco.
No local, adquirido pela empresa, passa o Ribeirão Ferido, local que dever ser preservado seguindo as Leis Ambientais. “A mudança vai viabilizar a instalação da empresa. Agora a empresa começa a buscar as licenças para construção”, ressalta o secretário. A área adquirida pela Cantu possui a metragem quadrada de 100 mil metros, aproximadamente.
Apesar da aprovação, em audiência pública, a mudança do zoneamento será formalizada por meio de projeto de lei e enviado à Câmara de Vereadores. Somente após a aprovação é que a mudança estará, efetivamente, oficializada. O projeto de lei deve ser encaminhado ao Legislativo dentro de 20 dias, segundo a Secretaria de Administração e Fazenda.
Segundo Francisco, a empresa, Cantu, deve gerar cerca de 70 empregos diretos. “Mas a previsão, em escala máxima, é atingir 250 (empregos), completa. Além de atuar na distribuição de pneus, a Cantu distribui alimentos e bebidas, além de desenvolver um projeto de reciclagem do pneu, reutilizando-o em outros setores. Ela foi fundada e 1969, no Sudoeste do Paraná, por Udir Cantu.
 

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você