24.3 C
Piçarras
domingo 25 de fevereiro de 2024


Educação é o alicerce do Plano de Governo de Betão (PT)

Ouça a Matéria

Roberto Maes (PT), o Betão, e Clarice Dumke (PT), candidato a prefeito e vice na cidade de Penha, tem seu Plano de Governo base sobre um pilar: a Educação. “O PT considera a educação como alicerce de tudo. Sem educação de qualidade não existe nada, não tem médico pra saúde, não tem engenheiro para planejar as obras, não tem juiz para atuar nos tribunais”, afirmou o candidato de 40 anos, que é servidor público de carreira no município.

“Então vamos priorizar melhorias na educação começando pela valorização dos professores com salários maiores, um piso municipal, superior ao nacional. Também vamos acabar com as indicações políticas nas escolas, e iremos fazer eleições diretas para diretor, e permitir que pessoas eleitas pela comunidade escolar lutem pelas demandas da escola sem medo de perder a função. Vamos batalhar desde o primeiro dia para ampliar as escolas em tempo integral”, garante Betão. 

Geração de emprego “com a criação do Parque Industrial de Penha, do Mercado Público, e através da busca de recursos para um Centro de Eventos”, reforçam as propostas do PT de Penha. “Daremos apoio aos pescadores, maricultores, agricultores, microempreendedores, servidores públicos, e vamos criar políticas públicas para mulheres, negros, LGBTs, pessoas com deficiência, e idosos”, completa o candidato.

Diferente dos demais Planos de Governo, Betão promete incluir o Orçamento Participativo. “É a nossa principal proposta. Chegou a hora do povo de Penha tomar as rédeas do próprio destino e ele mesmo escolher quais são suas prioridades, onde quer que parte do dinheiro público seja investido. O PT já colocou isso em prática em cidades como Brusque, Blumenau, e agora vai colocar isso pra funcionar em Penha”, exemplifica.

Questionado sobre como ele define o próprio documento que norteará uma possível administração, Betão assegura que “o Plano de Governo do PT Penha certamente é muito abrangente, completo, e muito realista dentro das verdadeiras necessidades do povo penhense. Exatamente por que foi feito a muitas mãos, consultando filiados, a comunidade, e aproveitando propostas de coletivos petistas. A principal característica das nossas ideias para governar Penha é atuar fortemente no diálogo, através dos conselhos municipais, da implantação de mecanismos de consulta popular pela internet/aplicativos. É um projeto de cidade efetivamente inclusiva, mais justa, mais solidária, mais sustentável, mais ecológica, mais humanizada”.

Para conseguir executar o documento, caso vença o pleito, Betão aposta na força do diálogo. “Diálogo acima de tudo. Vamos ouvir a comunidade através do orçamento participativo, e iremos fortalecer a área de captação de recursos junto ao Governo do Estado e Federal para tirar do papel os pedidos da população. Temos o projeto Penha Vitrine Nacional, pelo qual iremos mostrar para o Brasil inteiro, em feiras e eventos, todas as potencialidades da nossa cidade. Mas claro que primeiro temos que dar um salto de desenvolvimento de infraestrutura, por exemplo, acabando com a falta de água na cidade, pois nenhuma indústria, nenhum empreendimento vai querer se instalar numa cidade que não consiga oferecer nem mesmo esse item tão básico, tão essencial, tanto para o povo, quanto para os negócios”, categoriza.

Ele encerrou detalhando como o PT produziu o Plano de Governo. “Primeiramente escolhemos as principais áreas de atuação, como política para mulheres; pesca, maricultura, e agricultura; saúde; mobilidade urbana, segurança, educação, cultura, e muitas outras. Então abrimos uma consulta pela internet para que os filiados e também a comunidade de Penha pudesse dar sugestões. Por fim, aproveitamos algumas ideias de coletivos do PT para complementar nossas propostas”, finaliza.

 

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você