20.6 C
Piçarras
terça-feira 18 de junho de 2024


Equipe da secretaria de Assistência Social usa a tribuna para detalhar o Família Acolhedora

Foto, Victor Miranda
Ouça a Matéria

A equipe da secretaria de Assistência Social utilizou a tribuna da Câmara de Penha para falar sobre o serviço de acolhimento em “Família Acolhedora”, durante a 20ª Reunião Ordinária, realizada na segunda-feira (5).

LEIA TAMBÉM: Acolhimento em Família Acolhedora começa a ser implantado em Penha

O secretário Sérgio de Mello, acompanhado da coordenadora do programa, Maria Bernardete Canuto, da assistente social Lucilene Balbino e da psicóloga Sabrina Domeciano falaram do serviço, através do qual famílias cadastradas acolhem, em suas residências, crianças e adolescentes afastados do convívio familiar.


“É um serviço muito importante que atende casos de medida de proteção, em função de abandono ou pelo fato de a família se encontrar temporariamente impossibilitada de cumprir suas funções de cuidado e proteção”, explica o secretário.

Durante o período de acolhimento, são realizados esforços visando o retorno das crianças e adolescentes ao convívio com a família de origem, ou com pessoas significativas. Quando não existe essa possibilidade, é feito o encaminhamento para adoção.

“Há um ano nós iniciamos com esse projeto, montamos uma comissão, fizemos uma revisão na lei e agora estamos na fase de implementação. O Família Acolhedora é um serviço de proteção de alta complexidade, que requer muito mais atenção. Por isso vamos fazer agora a divulgação na rede e nos outros equipamentos”, explica Maria Bernardete.

As pessoas interessadas em conhecer o serviço Família Acolhedora devem procurar a Secretaria Municipal de Assistência Social, na Avenida Prefeito Eugênio Krause, nº 152, Centro.

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você