17.1 C
Piçarras
quarta-feira 17 de julho de 2024


“Santa Catarina vai parar”, afirma deputado ao defender ampliação da BR-101

Foto, Felipe Franco / JC
Ouça a Matéria

O deputado estadual, Napoleão Bernades (PSD), utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (ALESC) para defender a implantação da rodovia que se convencionou chamar de BR-102 e que seria construída paralelamente à BR-101. Seu posicionamento foi feito durante a sessão ordinária desta terça-feira, 21.

“Santa Catarina vai parar. Santa Catarina está à beira do colapso, a BR-101 está colapsada, é um drama que tira vidas, torna a vida das pessoas imprevisível, ninguém consegue se programar, é um caos no trânsito e um caos para a economia”, lamentou Napoleão.

“Santa Catarina está à beira do colapso, a BR-101 está colapsada”

NAPOLEÃO BERNARDES (PSD)

O deputado lembrou que a rodovia federal liga cidades estratégicas como Joinville, Itajaí e São José; o complexo portuário, de Garuva a Imbituba; além de cidades e regiões turísticas importantes como Penha, Balneário Camboriú, Itapema, o Vale do Itajaí e a Grande Florianópolis.

“Cerca de 68% do PIB do estado passa pela BR-101”, afirmou o ex-prefeito de Blumenau, acrescentando que em 2023 foram registrados 4.100 acidentes no trecho catarinense da rodovia, eleito como o mais perigoso do Brasil. “Precisamos de uma via paralela, a BR-102, de Joinville até o contorno viário da Grande Florianópolis”, sugeriu Napoleão.

André de Oliveira (Novo) também destacou a saturação da BR-101. “A BR-101 causa problemas, quando trava o fluxo acaba entrando nos municípios, como ocorre em Itapema. Estamos pedindo a mudança do posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no km 143 de Itapema, justamente para melhorar o fluxo de veículos ali”, pontuou o deputado.

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você