25.4 C
Piçarras
sábado 24 de fevereiro de 2024


Suspeita de coronavírus em Balneário Piçarras é descartada

Ouça a Matéria

A Secretaria de Estado de Saúde de Santa Catarina negativou a única suspeita de coronavírus em paciente residente em Balneário Piçarras. A informação foi confirmada na manhã deste sábado, 14, à Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Balneário Piçarras – que ao longo da espera do resultado seguiu todos os protocolos de prevenção estipulados pelo Ministério da Saúde.

“Mantivemos o paciente em quarenta, mesmo ele apresentando boa recuperação. Por ter viajado à Europa (Portugal e França), acusamos a suspeita, iniciamos o tratamento e tomamos todas as precauções. Felizmente o caso foi negativado”, detalhou enfermeira da Vigilância, Alessandra Reckziegel. Até o momento, este foi a única suspeita de coronavírus em Balneário Piçarras.

A secretária de Saúde, Regiane Basso, detalhou que o município está adotando todas as medidas preventivas ligadas ao vírus. “O Ministério da Saúde recomenda a redução do contato social o que, consequentemente, reduzirá as chances de transmissão do vírus, que é alta se comparado a outros coronavírus do passado”, frisou ela. Novas medidas de prevenção foram transmitidas em cadeia nacional nesta sexta-feira, 13.

As medidas gerais válidas a todos os estados brasileiros, incluem o reforço da prevenção individual com a etiqueta respiratória (como cobrir a boca com o antebraço ou lenço descartável ao tossir e espirrar), o isolamento domiciliar ou hospitalar de pessoas com sintomas da doença por até 14 dias, além da recomendação para que pacientes com casos leves procurem os postos de saúde. As unidades de saúde, públicas e privadas, deverão iniciar, a partir da próxima semana, a triagem rápida para reduzir o tempo de espera no atendimento e consequentemente a possibilidade de transmissão dentro das unidades de saúde.

A secretária de Saúde ressalta ainda que – aos sinais de febre elevada, tosse, dor de garganta, coriza, dor de cabeça, falta de ar, fraqueza e dor no corpo – as pessoas procurem por imediato a Unidade Básica de Saúde do seu bairro. “A prevenção se faz por antecipação e quanto antes tomarmos precaução, mais segura será o cotidiano piçarrense”, encerrou Regiane.

PREVINA-SE

Os vírus respiratórios se espalham pelo contato, por isso a importância da prática da higiene frequente, a desinfecção de objetos e superfícies tocados com frequência, como celulares, brinquedos, maçanetas, corrimão, são indispensáveis para a proteção contra o vírus. Até mesmo a forma de cumprimentar o outro deve mudar, evitando abraços, apertos de mãos e beijos no rosto. Essas são as maneiras mais importantes pelas quais as pessoas podem proteger a si e sua família de doenças respiratórias, incluindo o coronavírus.

Como é definido um caso suspeito do coronavírus(nCoV-2019)?

Os casos suspeitos devem ser mantidos em isolamento enquanto houver sinais e sintomas clínicos. Casos descartados laboratorialmente, independente dos sintomas, podem ser retirados do isolamento.

Situação 1: Febre E pelo menos um sinal ou sintoma respiratório (tosse, dificuldade para respirar) E histórico de viagem para área com transmissão local, de acordo com a OMS, nos últimos 14 dias anteriores ao aparecimento dos sinais ou sintomas; OU

Situação 2: Febre E pelo menos um sinal ou sintoma respiratório (tosse, dificuldade para respirar) E histórico de contato próximo de caso suspeito para o coronavírus nos últimos 14 dias anteriores ao aparecimento dos sinais ou sintomas; OU

Situação 3: Febre OU pelo menos um sinal ou sintoma respiratório (tosse, dificuldade para respirar) E contato próximo de caso confirmado de coronavírus em laboratório, nos últimos 14 dias anteriores ao aparecimento dos sinais ou sintomas.

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você