16.7 C
Piçarras
quinta-feira 18 de julho de 2024


Depois de vencer concurso, estilista já recebe propostas

Ouça a Matéria

Uma semana depois de ser destaque numa das maiores feiras de moda praia e lingerie da Europa, a Mare di Moda em Cannes, França, e vencer o concurso de Link, para jovens talentos no setor, a estilista brasileira Daniela Colzani já começa a ver se desenhar as primeiras propostas para expor seu talento. Ela recebeu proposta para apresentar seus looks numa loja na Montenapoleone (uma das vias mais famosas do mundo em termos de moda), onde se encontram diversos novos talentos. “Isso é uma honra pra quem está iniciando a carreira”, destacou a jovem estilista.
Antes do concurso, porém, Daniela já chamava a atenção de especialistas no setor na Itália. Segundo ela, há um ano o Instituto de Moda Burgo, onde faz seus cursos de pós-graduação, fez-lhe a proposta para abrir uma unidade do isntituto no Brasil. “Não era a hora, com o desenrolar das coisas, escolhi minha carreira como estilista e não me arrependo, o resultado esta aí. Isso mostra que o pessoal do instituto sempre me apoiou e acreditava no meu potencial”, avalia.
Para Daniela, o concurso lhe dará uma excelente visibilidade “Com um novo talento descoberto, as portas automaticamente se abrem pra mim, as oportunidades de trabalho se tornam melhores e mais fáceis, mas meu foco hoje è finalizar meu curso no Instituto di Moda Burgo e logo em seguida entrar em alguma empresa pra fazer um estagio, conhecer mais perto o mercado italiano”, completou. “Mas o meu projeto futuro è montar minha marca própria de lingerie e corseteria”, planeja.
Hoje, trabalhando na criação de corsets, peças sob medidas que demoram em media de 10 a 20 dias pra ficarem prontos, Daniela não tem tempo pra divagar. “Por trás de cada um deles tem muito trabalho. Utilizo materiais como seda, swaroviski, materiais de alta qualidade, o que acaba tornando as peças com alto valor e por isso precisam de uma atenção toda especial, pra que o resultado seja como desejado pela cliente”, destaca. “Logo, as peças do concurso estarão aí no Brasil para que as pessoas conheçam de perto o meu trabalho”, afirma a estilista. “Agora eu coloco tudo nas mãos de Deus e ele è quem vai me guiar. Planos existem, mas não são regras e tudo pode mudar, basta que seja pra melhor”, concluiu em entrevista ao JC.
 

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você