25.2 C
Piçarras
quarta-feira 17 de abril de 2024


Jovem estilista concorre a prêmio da moda na França

Ouça a Matéria

Ela está na flor da idade, é estilista recém-formada em Design de Moda pela Univali e já surge entre os três melhores jovens talentos da moda européia. A jovem Daniela Colzani, de 26 anos, é finalista de um concurso na França, o The Link (concurso para novos talentos), que revelará no dia 25 de novembro, em Cannes (França) quem vencerá a competição que envolveu mais de 100 participantes de toda a Europa e oferece um prêmio de 1 mil euros.
Para a quem cresceu entre Piçarras e Barra Velha e pensava em seguir a carreira do pai, Eurides dos Santos, e fazer Direito, a carreira no mundo da moda foi um salto como da água para o vinho. “Eu desde pequena queria ser advogada como meu pai, prestei vestibular e não passei, e foi então que meu tio Robson Lopes (ex-diretor do Alexandre Guilherme Figueiredo, que já faleceu) comentou que eu deveria repensar a minha carreira, porque eu tinha um grande talento para moda e arte”, lembra Daniela. A jovem confessa que ficou decepcionada, a princípio. “Mas comecei a pensar no que ele disse e no mesmo dia já tinha decidido que moda era meu novo rumo, e não me arrependo, foi a coisa mais certa que fiz na minha vida”, avalia.
Em 2006, formou-se em Design de Moda na Univali. Como estava insatisfeita com o salário que o mercado da moda pagava naquele momento no país, seu pai propôs ir pra Itália pra estudar. Logo começou a pós-graduação em Gestão de Moda em Milão, a capital do design, e hoje faz um trabalho com lingerie e corseteria. “Cheguei aqui em agosto de 2008 e estou até hoje, 2 anos e 3 meses”, destaca. Segundo ela, participar de um concurso desses, muito conhecido e respeitado e representar o Brasil na Europa é um privilégio. “Estou ansiosa para o dia 25, porque agora somos só em três”, comenta.
Para chegar até esta fase do concurso em Cannes, Daniela participou de três etapas, a criação dos looks, desenvolvimento de uma das criações e, na terceira etapa, desenvolvimento das outras peças para exposição na feira de lingerie e moda praia em Cannes (França) e desfile para a grande final.
 

CONVERSA DIRETA

JC – Como e porque você decidiu participar desse concurso?
Daniela – O concurso surgiu quando eu estava finalizando a escola de moda, “Istituto di Moda Burgo” e foi um acaso do destino, porque eu estava tomando café e coloquei minha mão em cima de uma folha que estava escrito “Concurso de Lingerie e Moda Praia”. Comecei a ler o formulário e decidi participar. Eu tinha apenas 10 dias pra mandar a coleção, aproveitei para mandar as criações que eu estava fazendo de lingerie inspirada no filme “Moulin Rouge” e fui escolhida para a semifinal. Éramos em mais de 100 participantes em toda a Europa (concurso europeu), e hoje sou finalista e estou entre os 3, dia 25 de novembro sai o resultado final.

JC – Depois desse concurso, o que você pretende fazer?
Daniela – Depois do concurso, só Deus sabe o meu caminho, mas à princípio pretendo trabalhar por aqui, fazer um pouco de experiência pra poder montar minha marca própria sempre voltada para o mercado de lingerie e corseteria.

JC- Qual é o seu maior sonho hoje?
Daniela – Meu maior sonho è conquistar meu espaço no mercado da moda, é fazer um trabalho excelente e ser reconhecida como estilista.

 

Foto por: Divulgação

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você