18.1 C
Piçarras
segunda-feira 27 de maio de 2024


A briga está armada

Ouça a Matéria

A concessão de exploração e manutenção da BR-101 entre Santa Catarina e Paraná, realizada pela empresa Autopista Litoral Sul, está causando conflitos. Políticos e empresários locais reclamam da falta de respeito e atenção com a região com o fechamento de acessos e a má conservação de marginais. A reunião realizada quarta-feira, 1º de setembro, deve esquentar a polêmica.
Quatro presidentes de Câmaras Legislativas Municipais Catarinense e dois do Paraná se reuniram em Barra Velha para definir a preparação de uma minuta de reclamações a serem apresentadas à empresa. A reunião foi coordenada pelo presidente da Câmara de Barra Velha, Jair Irineu Bernado, que destacou que a empresa entrou com um pedido de administração das marginais da BR e que está mandando desalojar muitas propriedades sem sequer respeitar ainda o pronunciamento do Governo a respeito.
Durante a reunião, foi acordado que será feita uma avaliação do contrato da Litoral Sul para verificar se estão sendo cumpridos os compromissos. Uma cópia do contrato será repassada a cada representante da Câmara para ser analisada. “É um problema que se não formos nós, ninguém mais vai fazer nada. Nós vamos ter que levar”, assegurou Jair.
Entre os comentários do Legislativo, foi mencionado que poderia haver indícios de ações irregulares no fechamento de acessos e saídas à marginal da BR-101. Desde a assinatura do contrato como Governo do Estado já foram vários os postos de gasolina que faliram por causa de terem seus acessos à rodovia fechados.
De acordo com os comentários Legislativos, existiria uma vinculação entre a Litoral Sul e a empresa de venda de combustíveis, que estaria comprando os postos falidos a um valor muito menor ao do mercado. A Litoral não estaria concedendo inclusive pedidos de Alvará nas paralelas à BR-101, freando o crescimento das cidades que são atravessadas pela rodovia. “Se provar é uma situação gravíssima”, encerrou o presidente do Legislativo.
De acordo com os parlamentares a Litoral Sul disse que somente vai conversar com os prefeitos dos municípios. Já o objetivo do Legislativo é somar força em uma manifestação de grande porte. Os vereadores de Balneário Piçarras constantemente manifestam sua posição contrária a empresa, alegando total descaso com o município. Já ouve ameaças de fechamento da rodovia.
Participaram da reunião os municípios de Tijucas, São José, Araquari, Biguaçú, Balneário Piçarras, Quatro Barras, Governador Celso Ramos, Tijucas do Sul (PR) e São José dos Pinhais (PR). A próxima reunião dos vereadores está marcada para o dia 14 de setembro, em São José dos Pinhais. A Assessoria de Imprensa foi contatada para dar sua opinião sobre as argumentações Legislativas. Contudo, até o fechamento da edição, a reportagem não recebeu o comunicado.
 

Foto por: Felipe Bieging

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você