23.1 C
Piçarras
terça-feira 18 de junho de 2024


Barra Velha: Promotor pede união dos poderes para não “perder o controle da nossa cidade”

Ouça a Matéria

O promotor da 1ª Promotoria de Justiça do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), em Barra Velha, Renato Maia de Faria, defendeu a união dos poderes na busca pela organização da cidade. Nesta terça-feira, 21, ele utilizou a tribuna da Câmara de Vereadores para falar, entre outros assuntos, da necessidade do trabalho unificado para não “perder o controle da nossa cidade”.

LEIA
Barra Velha terá Programa de Apadrinhamento de Crianças e Adolescentes em Serviço de Acolhimento

“Barra Velha é uma cidade lindíssima com potencial gigantesco. Mas, hoje nós sabemos os graves problemas que nós enfrentamos. E, se o Poder Público, Ministério Público, Judiciário, a Polícia, os vereadores e a Prefeitura não se unirem nós vamos perder o controle da nossa cidade para aquelas pessoas que querem que ela seja desorganizada, que ela seja suja, que ela seja insegura”, afirmou o promotor. Essa foi a primeira vez que Faria utilizou a tribuna do parlamento.

O promotor, que chegou à cidade em junho de 2022, reforçou o trabalho de fiscalização do Ministério Público frente às possíveis situações irregulares da cidade – mas colocou o órgão à disposição da Casa em apoio à legalidade. Ele pontuou também que a 2ª Promotoria, sob responsabilidade do promotor Francisco Ribeiro Soares, comunga da mesma opinião.

“O Ministério Público está como um fiscalizador junto com o Poder Legislativo para a garantia dos direitos fundamentais. O que eu quero passar aos senhores? Que vocês encontram no Ministério Público, na minha pessoa – na pessoa do meu colega, Dr. Francisco – um apoio para os seus pleitos legítimos de melhoria, de fiscalização do aparato público e para que a gente possa ter uma Barra Velha melhor”, cravou Faria.

LEIA:
Aprovada doação de terreno para construção da Delegacia da Polícia Civil

O promotor chegou à cidade transferido da Comarca de Canoinhas. Lá, em pronunciamento também na Câmara de Vereadores, afirmou que era “caçador de prefeitos corruptos”, fala que ecoou pelos bastidores políticos do município barra-velhense. Recentemente, ele participou das investigações que renderam a prisão preventiva do prefeito local Douglas da Costa (PL) e mais sete investigados, que já se tornaram réus na Operação Travessia.

Na sessão em que o promotor esteve presente, o parlamento aprovou a doação de uma área de terra para o Governo do Estado para a construção da futura sede da Delegacia da Polícia Civil. Faria enalteceu o trabalho dos policiais na cidade diante de uma definição sincera sobre a atual estrutura de trabalho. “Eu nunca me deparei com uma estrutura tão ruim da Polícia Civil como aqui em Barra Velha. A estrutura da Delegacia é péssima”, definiu.

1 COMENTÁRIO

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback
Barra Velha: Aprovada doação de terreno para construção da Delegacia da Polícia Civil
25 dias atrás

[…] LEIA:Promotor pede união dos poderes para não “perder o controle da nossa cidade” […]

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você